Sobre o conceito de América Latina: uma proposta para repercutir nos festejos do bicentenário

Gizlene Neder, Gisálio Cerqueira Filho

Resumen


O presente ensaio ressalta as análises comparativas entre os processos históricos dos países constituídos a partir da colonização européia na modernidade levando-se em conta aspectos culturais e religiosos (Catolicismo romano e Protestantismo), e suas implicações nas opções sociais, políticas e ideológicas. Visa breve discussão sobre a história do conceito de América Latina a partir da contribuição teórica de Reinhart Koselleck; o que implica a semantização presente e atuante nas diferentes lógicas de nomeação, classificação e, enfim, expressão das interpretações políticas em diferentes temporalidades. Sugere-se a implicação do afeto (uma gramática de sentimentos) e, portanto, da subjetividade na política latinoamericana. Por fim, destaca-se na opção pelo multilateralismo a necessidade de compreensão da(s) cultura(s) jurídica(s) nacionais visando a integração regional latinoamericana.

Palabras clave


América Latina; História do conceito; Subjetividade & poder; Cultura política.

Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-SinObraDerivada 4.0 Internacional.

Centro Universitario Regional Zona Atlántica
Universidad Nacional del Comahue
Viedma - Río Negro - Argentina

Teléfono (54) 02920 422921/ Fax (54) 02920 423198
 revista.pilquen@gmail.com

 

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.